Diabetes

O Que Todo Mundo Deve Saber Sobre a Pré-Diabetes

pré-diabetes

 

Você sabe, que se não diagnosticada ou tratada, a pré-diabetes pode levar ao desenvolvimento de diabetes tipo 2? E que, embora possa ser controlada, não é uma doença reversível, ao contrário da pré-diabetes?

 

Pré-Diabetes

Afinal o Que é Pré-Diabetes?

Na pré-diabetes, tal como na diabetes, a insulina produzida pelo corpo não é suficiente para reduzir os níveis de açúcar no sangue, mantendo-se estes elevados e contribuindo para o aumento do risco de outras doenças.

Se não for tratada, esta condição irá, provavelmente, tornar-se em diabetes tipo 2.

Mas nem tudo são más notícias. A pré-diabetes pode servir como uma chamada de atenção do corpo e dar-lhe a oportunidade de melhorar a sua saúde, uma vez que a evolução da pré-diabetes para diabetes do tipo 2 é evitável.

Com algumas mudanças na alimentação e no estilo de vida é possível normalizar o nível de açúcar no sangue e reverter esta condição a tempo de evitar o aparecimento de diabetes.

Diagnóstico

A pré-diabetes é diagnosticada quando o médico, entre outros fatores, detecta, através de análises clínicas, uma ou ambas as situações:

  • Glicemia em jejum:≥ 110 mg/dL e < 126 mg/dL

Quando os níveis de glicose estão elevados após o período de jejum;

  • Tolerância Diminuída à Glicose: ≥ 140 mg/dL e < 200 mg/dL

Quando os níveis de glicose estão elevados após o teste oral de tolerância à glicose (exame laboratorial onde são medidos e avaliados os níveis de glicose em jejum e 2 horas após a ingestão de 75 g de glicose).

Pré-Diabetes

Problema Silencioso

A pré-diabetes é normalmente silenciosa e pode passar despercebida durante muito tempo.

Como tal, é essencial que realize exames de rotina, sobretudo se tiver fatores de risco (excesso de peso, uma vida sedentária, antecedentes familiares de diabetes tipo 2…).

Assim, como a pré-diabetes não tem sintomas per si, deve estar atento às manifestações características da diabetes tipo 2:

  • Sensação de boca seca;
  • Sede constante e intensa;
  • Necessidade de urinar mais frequentemente;
  • Cansaço;
  • Visão turva;
  • Fome constante;

A pré-diabetes deve ser interpretado como um sinal de alerta, dando-lhe a oportunidade de melhorar a sua saúde. Por isso, consulte o seu médico estiver preocupada com os seus níveis de glicose ou para o ajudar a identificar possíveis sinais ou sintomas da diabetes.

Como Evitar a Pré-Diabetes?

A chamada “pré-diabetes” corresponde a um conjunto de alterações dos valores de glicemia (açúcar no sangue) que ainda não são suficientes para se considerar diabetes, mas que também já não são níveis normais.

As pessoas com estas alterações têm um risco mais elevado de vir a ter diabetes nos próximos meses e anos.

Se tem alguns dos principais fatores de risco de pré-diabetes, como o excesso de peso ou sedentarismo, existem algumas medidas preventivas que pode adotar para evitar desenvolver Diabetes tipo 2.

  • PESO – Mantenha o seu peso ideal: Perder cerca de 5 a 10% do peso em excesso pode ajudar a prevenir, ou pelo menos retardar, o desenvolvimento da Diabetes tipo 2. Adotar uma dieta equilibrada e manter-se ativo, fazendo exercício diariamente, vão ajudá-lo.
  • ALIMENTAÇÃO – Faça uma alimentação mais saudável: Evite as gorduras e coma mais fruta (mas não sucos de fruta!), vegetais e fibra.
  • EXERCÍCIO – Combata o sedentarismo: Ao manter-se fisicamente ativo, o seu organismo vai utilizar a glicose (açúcar) para obter energia, o que ajuda a que os níveis de glicemia (açúcar no sangue) não subam. O exercício também ajuda a reduzir a resistência à insulina. Não aumente a intensidade do exercício físico que faz habitualmente sem consultar o seu médico.
  • TABÁGISMO – Deixe de fumar: Fumar aumenta o risco de Diabetes tipo 2. O fumo interfere na forma como a insulina atua no organismo, afetando os níveis de glicemia.
  • MONITORIZAÇÃO – Pressão Arterial e Colesterol: As pessoas com pré-diabetes são mais propensas a sofrer um ataque cardíaco do que as pessoas com níveis glicêmicos normais, pelo que devem monitorizar regularmente a sua pressão arterial.
  • O colesterol elevado é também um fator de risco elevado para o desenvolvimento da Diabetes tipo 2.

CONCLUSÃO:

A maioria das pessoas em risco vai tornar-se diabética se não tomar os devidos cuidados. Com algumas mudanças no seu estilo de vida, é possível evitar a diabetes e reverter esta condição. Comece já a adotar estas medidas preventivas:

  • Evite os alimentos hipercalóricos e substitua-os por fruta e vegetais como espinafres, brócolis, cenouras e feijão-verde;
  • Opte por alimentos ricos em fibra como cereais e pão integral e prefira os alimentos magros em vez daqueles que são ricos em gordura;
  • Dê prioridade às boas gorduras, como o azeite, e reduza o consumo de sal, prevenindo também, o colesterol elevado e a hipertensão arterial;
  • Reduza ou elimine os açúcares da alimentação;
  • Beba cerca de dois litros de água por dia e evite as bebidas alcoólicas e os refrigerantes;
  • Perca o peso em excesso e mantenha o peso adequado;
  • Faça exercício físico regularmente: procure fazer 30 a 60 minutos de exercício físico moderado pelo menos cinco vezes por semana.

Leave a Comment