Alimentação Farinhas

5 Verdades Que Fazem da Farinha de Maracujá Um Excelente Emagrecedor

Farinha de Maracujá

 

A farinha de maracujá é riquíssima em fibras. E a recomendação diária desse nutriente para um adulto é de 25 gramas. Em duas colheres de sopa dela, encontramos 18,6 gramas de fibras, ou seja, 74% da quantidade recomendada para cada dia.

Além das fibras, o produto também oferece outros nutrientes, os quais fazem com que ele seja tão benéfico à nossa saúde. A farinha de maracujá é tão saudável que seus benefícios merecem ser comentados.

Comumente, encontramos frutas em que os maiores nutrientes estão concentrados na casca. Com o maracujá não acontece diferente. Embora a polpa seja ótima opção para sucos e carregue vitaminas e fibras, a maior fonte de benefício é a casca.

Usada em grande escala como suplemento para emagrecimento, a farinha de maracujá contém todas as substâncias que a tornam saudável e apropriada para quem deseja emagrecer.

Farinha de maracujá

 

Características da Farinha de Maracujá

Rica em fibras, a farinha de maracujá é responsável pela limpeza regulação do intestino, além de diminuir problemas gastrointestinais, como prisão de ventre e aumentar a sensação de saciedade, já que faz com que o organismo libere açúcar de forma lenta e constante.

Além das fibras, outras substâncias tornam a farinha de maracujá própria para o emagrecimento.

A pectina, substância presente na parte branca da fruta, ao chegar ao estômago, se transforma em um gel que, além de aumentar a sensação de saciedade, ainda dificulta a absorção de gordura pelo organismo.

Ou seja, além de fazer com que a você coma menos, ainda ajuda no controle do colesterol ruim.

Outras vitaminas e minerais contribuem para o emagrecimento saudável, como o fósforo, que melhora a circulação e a oxigenação das células.

O ferro, que previne a anemia e aumenta a disposição e a vitamina B3, que atua na produção hormonal controlando a ansiedade, responsável pela vontade de comer. 

 

5 Verdades Sobre a Farinha de Maracujá

#1 . Ajuda na prevenção e no controle da diabetes

Quando a insulina é produzida e liberada no corpo em grandes quantidades, alguns tecidos e órgãos começam a reduzir sua resposta a ela, sendo preciso uma maior quantidade desse hormônio para armazenar o mesmo nível de glicose. Esse quadro é chamado de resistência à insulina e, se não for revertido, pode evoluir para a diabetes do tipo 2.

No caso de quem já passa por isso, os picos de glicose fazem o estado da pessoa piorar muito. Portanto, o consumo dessa farinha ajuda a ter um equilíbrio de açúcar no sangue, estabilizando o problema e ajudando no seu controle.

#2 . Melhora as taxas de colesterol e triglicerídios

Isso ocorre por conta do gel formado pela pectina existente na farinha de maracujá. Esse componente reduz a absorção do colesterol, ligando-se a ele e fazendo com que seja eliminado pelo corpo na digestão.

#3 . Ajuda na digestão

Devido à sua grande quantidade de fibras, a farinha ajuda bastante na digestão por facilitar a passagem do bolo alimentar pelo intestino grosso, otimizando o trânsito intestinal, que é o que fazem as fibras. Além disso, a presença da vitamina B3 no produto ajuda a proteger as paredes do estômago, o que facilita mais ainda esse processo.

#4 . Reduz a absorção de gorduras no organismo

Você se lembra do gel que a pectina gera no estômago? Ele também envolve parte da gordura consumida durante as refeições, o que reduz sua absorção pelo intestino.

#5 . Contribui para o controle do peso

Além de ajudar no bom funcionamento do aparelho digestivo, a fibra presente na farinha de maracujá proporciona uma sensação de saciedade. Além disso, como já citamos anteriormente, trata-se de um alimento de baixo índice calórico.

Respeite as indicações de consumo

Não existem contraindicações quanto à ingestão da farinha. No entanto, ela não pode ser consumida em excesso. Recomenda-se ingerir entre uma e duas colheres de sopa da iguaria antes das principais refeições, como almoço e jantar.

O ideal é que seja consumida cerca de 30 minutos antes das refeições, para trazer saciedade e evitar que a pessoa coma além do necessário. Mas ela também pode ser polvilhada em frutas ou dissolvida em sucos, batidas de frutas, iogurtes, alimentos e receitas.

É altamente aconselhável que, aliado ao consumo da farinha de maracujá, beba-se, pelo menos, 2 litros de água diariamente. Isso garante que todos os benefícios citados sejam percebidos no organismo.

Também é sempre válido lembrar a importância da atividade física para quem é diabético e quer emagrecer ou viver com mais saúde.

Mesmo com a correria do dia a dia, é fundamental encontrar tempo para colocar o corpo em movimento e garantir mais qualidade de vida.

As qualidades emagrecedoras e antidiabéticas da farinha de maracujá ficam claramente comprovadas, pelo fato da mesma fazer parte da fórmula do INSULMAX.

O INSULMAX é um poderoso emagrecedor, cuja fórmula é constituída por 14 super ingredientes, uma das quais é a farinha de maracujá.

LEIA MAIS:

10 Benefícios Maravilhosos da Farinha de Maçã (a #9 eu já comprovei)

 

insulmax

Leave a Comment