Frutas Alimentação

Cereja – Características e Benefícios

cereja

A cereja é uma fruta pequena, redonda e comumente vermelha (existem cerejas amarelas e roxas), muito apreciada na Europa.

É fonte de Vitamina A e C. Além de fornecer sais minerais como cálcio, ferro e fósforo.

Pode ser classificada segundo seu grau de acidez. A doce, de polpa macia e suculenta, é servida ao natural, como sobremesa.

A ácida, de polpa bem mais firme, é usada na fabricação de conservas, compotas e bebidas licorosas.

É alcalinizante, remineralizante, combate a desinteira, e eficaz contra a arteriosclerose.

No Brasil, há apenas plantações experimentais e, comumente, a cereja é vendida somente durante a época de Natal.

A cereja pode ser classificada segundo seu grau de acidez. A doce, de polpa macia e suculenta, é servida ao natural, como sobremesa.

A ácida, de polpa bem mais firme, é usada na fabricação de conservas, compotas e bebidas licorosas, como o kirsch, o cherry e o marasquino.

Contém proteínas, cálcio, ferro e vitaminas A, B e C. Quando consumida fresca, tem propriedades refrescantes, diuréticas e laxativas. Como a cereja é muito rica em tanino, podendo provocar problemas estomacais, não é aconselhável consumir mais de 200 ou 300 g da fruta por dia.

Nome Científico: Prunus avium L. (cereja doce) e Prunus cerasus L. (cereja ácida).

Família: Rosaceae.

Tabela Nutricional da Cereja

Quantidade100 Gramas
Calorias63 cal
Proteínas0,9 g
Lipídios0,4 g
Glicídios13,7 g
Fibras0,3 g
Vitamina A208 UI
Vitamina B132 ug
Vitamina B242 ug
Vitamina B30,4 mg
Vitamina C1 mg
Cálcio16 mg
Ferro0,6 mg
Fósforo20 mg

Benefícios da Cereja

Mesmo sendo uma fruta pequena, são inúmeros os benefícios da cereja para a boa forma e saúde. Segue abaixo alguns deles para que você compreenda para que serve a cereja:

1. Contra dores de cabeça, insônia e neurose

É possível encontrar na composição da cereja alguns tipos de antioxidantes, entre eles a antocianina, cianidina, quercetina (mais potente entre os antioxidantes) e a melatonina, que possui efeito calmante sobre os neurônios do cérebro, acalmando a irritabilidade do sistema nervoso, e consequentemente aliviando problemas de neurose, insônia e dor de cabeça.

O consumo da fruta ou do suco da fruta não só ajuda com melhores níveis de melatonina, mas também auxilia em um melhor tempo na cama.

Portanto, um dos importantes benefícios da cereja é fazer com que a pessoa tenha uma melhor duração e qualidade do sono, lutando assim contra os distúrbios do sono. 

 

2. Atua contra envelhecimento, doenças neurológicas e câncer

As cerejas promovem o antioxidante fenólico poliflavonoide como a luteína, zeaxantina e o betacaroteno, que atuam no combate aos radicais livres e algumas espécies de reações de oxigênio.

Combatem  assim o envelhecimento, doenças neurológicas, condições de pré-diabetes e alguns cânceres, que também são prevenidos por conta das fibras, vitamina C, e das antocianinas presentes na cereja.

 

3. Atua contra artrite, gota, fibromialgia e lesões

 Algumas pesquisas mostram que a fruta pode atuar como um anti-inflamatório combatendo artrite, gota, fibromialgia, e lesões.

Muitos não sabem, mas a gota ocorre quando processos metabólicos que controlam a quantidade de ácido úrico no sangue não realizam o trabalho de forma eficaz.

Como resultado, a pessoa tem rigidez e inchaço por conta do excesso de cristais formados por ácidos úricos nas articulações. E é nessa parte que surgem as inflamações causando as dores.

Em uma pesquisa feita com 600 pessoas com gota e que comiam por dia entre 10 a 12 cerejas, houve 35% menor risco de ataque de gota, e outros que comiam mais que 3 porções em dois dias, tinham uma redução ainda maior, de 50%.

Além disso, comer a fruta em jejum diminui 15% a chance de ácido úrico. Uma boa opção para facilitar ainda mais o consumo seria fazer suco da fruta.

No caso da artrite, por conta das substâncias anti-inflamatórias, a fruta auxilia na diminuição da dor.

Estudos aconselham beber suco de cereja duas vezes por dia durante três semanas, garantindo que a dor diminuirá 20% e haverá uma melhora na inflamação, já que foram comprovado que estes benefícios da cereja são os maiores entre todos os alimentos. 

 

4. Redução da gordura abdominal

Em pesquisas feitas com animais com uma dieta rica em cereja em pó, observou-se que os animais ganharam menos peso e acumularam menos gordura do que aqueles que não a consumiram.

Além disso, tiveram baixos níveis de inflamação. 

 

5. Redução de dor muscular

Atletas que consumiram o suco da fruta antes de uma corrida de longa distância sentiram menos dores do que os que não consumiram.

Isso graças às propriedades e benefícios da cereja antioxidantes e anti-inflamatórios, que auxiliam no dano muscular e nas dores.

6. Menor risco de AVC e maior proteção para o coração

Esta fruta pode ativar os receptores ativados de peroxissoma nos tecidos do corpo. Esses receptores, também conhecidos como PPAR, ajudam a reduzir o risco de doenças cardíacas.

Além disso, as cerejas são ricas em potássio, que ajuda a regular o ritmo cardíaco, a pressão sanguínea, e reduzir o risco de hipertensão e de fitoesterois que auxiliam na redução do mau colesterol.

7. Protege contra a diabetes

Esta fruta possui um índice glicêmico baixo se comparado ao de outras frutas que pessoas com diabetes devem evitar.

As cerejas frescas têm o índice glicêmico de 22 apenas. Por conta disso, esse é um dos benefícios da cereja, que é mais liberada para pessoas que sofrem com essa doença.

  1. Afasta do Alzheimer

Também por causa dos antioxidantes nela presentes, a fruta é considerada pela Associação do Alzheimer como uma das melhores para a memória.

Dica de leitura:  Carambola – Características e Benefícios

Leave a Comment