Frutas Alimentação

Cagaita – Propriedades e Composição Dessa Fruta Saborosa

Cagaita

A cagaita é uma fruta nativa brasileira, originária do Cerrado. Sabe-se há muito tempo que os cerrados – que ocupam grande parte da região central do território brasileiro – apresentam alguns dos piores solos intertropicais conhecidos.

Parente da pitanga, do araçá e da uvaia, a cagaita é uma frutinha arredondada de cor amarela suave. De fina casca, tem um sabor ácido e é bastante suculenta, apresentando cerca de 90% de suco em seu interior.

Apesar de seu sabor agradável e de sua natureza refrescante, o povo da região dos cerrados sabe que, por um capricho da natureza, a cagaita é uma fruta que deve ser saboreada com moderação.

O fato é que, consumida em excesso, a cagaita provoca uma fermentação, estimuladora do funcionamento intestinal e causadora de uma espécie de mal-estar semelhante à embriaguez. Por outro lado, a infusão da folha e da casca da árvore tem efeito contrário, sendo muito utilizada pela medicina popular como antidiarreico.

Nome científico: Eugenia dysenterica DC

Família botânica: Myrtaceae

Origem: Brasil – Cerrado

Características da planta:  Árvore de porte médio que pode atingir de 3 a 4 m de altura, com ramos tortuosos. Folhas verdes, brilhantes e quando jovens verde-claras, chegando a ser ligeiramente translúcidas. Flores brancas e aromáticas.

Fruto: Globoso e achatado, de coloração amarelo-pálida, com I a 3 sementes brancas envoltas em polpa de coloração creme, de sabor acidulado.

Cultivo: Ocorre de maneira silvestre em regiões de cerrado.

Cagaita

 

Dica de Leitura: Cacau – Composição e 11 Incríveis Propriedades

 

Cagaita

Benefícios da Cagaita 

 

1. Cagaita atua no controle biológico de verminose

O extrato das folhas dessa espécie é um potente moluscicida que mata os hospedeiros intermediários da verminose esquistossomose, conhecida como barriga d’água, um problema especialmente entre as crianças que moram em regiões menos favorecidas.

2. As flores de cagaiteira possuem grande potencial apícola 

Isso significa que produzem bastante matéria-prima para a polinização, gerando produtos alimentícios como o mel.

 

3. Cagaita e diabetes 

A diabetes é uma doença que atinge até mesmo crianças com poucos anos de idade. Embora o ideal seja evitar o consumo excessivo de açúcares, a cagaita tem se mostrado uma boa coadjuvante no tratamento contra essa patologia.

 

 

4. Cagaita uso medicinal

A fruta, polpa, óleo, folhas e flores podem ser utilizadas no tratamento de algumas outras patologias, detalhadas abaixo, em propriedades da cagaita.

Propriedades da Cagaita

  • Auxilia a perda de peso: o chá de folha de cagaita auxilia no processo de emagrecimento;
  • Pouquíssimas calorias: 100 g da fruta fornecem entre 20 e 30 calorias;
  • Vitaminas do complexo B, importantes na manutenção, respiração e reparação celular;
  • Vitamina C, que fortalece o sistema imunológico e ajuda na absorção de ferro;
  • Niacina, vitamina essencial para a produção de energia;
  • Proteínas, reparadoras celulares;
  • Alto teor de antioxidantes, que protegem as células dos efeitos nocivos dos radicais livres;
  • Função diurética, excelente para evitar e melhorar do inchaço abdominal;
  • Ação adstringente, que atua reduzindo inflamações;
  • As flores de cagaiteira são usadas para tratar doenças renais;
  • Alta concentração de cálcio, magnésio e ferro, minerais indispensáveis para o bom funcionamento do organismo;
  • A cagaita (fruta) pode ser consumida in natura, em forma de geleia, licor, suco, doce ou sorvete;
  • O óleo da polpa da fruta  provém 2% de gorduras, compostas principalmente por ácidos graxos insaturados, ou como são conhecidos popularmente “gorduras boas”, que reduzem as taxas de colesterol no sangue;
  • Apresenta atividades antifúngicas, combatendo doenças causadas por fungos.

Leave a Comment