Diabetes Tipo 2 – O Que Saber Sobre Ela…

Diabetes tipo 2, também conhecida como Diabetes Tardia ou Diabetes não insulinodependente, afeta 90% dos diabéticos. É encontrada mais frequentemente na população adulta.

Este tipo de diabetes costuma surgir após os 40 anos de idade e a obesidade é um fator que contribui para o aparecimento desta doença. Ultimamente tem atingido também a população jovem como resultado de maus hábitos alimentares e sedentarismo.

A Diabetes tipo 2 se caracteriza principalmente pela resistência à insulina ou produção insuficiente desta.  Neste tipo de Diabetes, a insulina é produzida, porém sua atuação fica dificultada.

Esta insuficiência ou resistência à insulina impede o funcionamento normal do processo de absorção da glicose pelas células. Ocorre, então, uma elevada concentração de glicose no sangue (hiperglicemia).

Diferentemente da Diabetes tipo 1, onde se observa a deficiência total da insulina, ocasionada pela destruição das células beta no pâncreas e da Diabetes gestacional, que se expressa durante a gravidez

Diabetes tipo 2: Sintomas e Complicações

diabetes tipo 2

A sintomatologia mais comum desta Diabetes é a fome e a sede em excesso e micção constante. Porém, muitas vezes, os sintomas não se apresentam logo nos primeiros estágios da doença, que só é percebida através de algum exame de rotina.

Afora isso, por se tratarem de manifestações comuns do organismo, estes sintomas quase sempre são ignorados. Devido a isso há uma demora no diagnóstico, acarretando atraso em iniciar o tratamento.

Isto tudo pode levar a sérias complicações, já que este estado diabético causa elevação e acúmulo dos níveis de glicose no sangue e carência de glicose nas células. Podemos citar como complicações: AVC- (Acidente Vascular Cerebral), problemas cardiovasculares, lesão da retina, insuficiência renal e a má circulação sanguínea que pode levar à amputação.

Causas 

O envelhecimento, a dieta alimentar desequilibrada, a obesidade e alguns fatores genéticos combinados com determinados estilos de vida podem levar a ocorrência da Diabetes tipo 2. Alguns desses fatores como a obesidade e o padrão alimentar podem ser controlados, ao contrário da predisposição genética e a senilidade.

O estilo de vida que predispõe para a Diabetes inclui uma rotina de sedentarismo, dieta mal equilibrada e obesidade. Esta última, determinada pelo IMC- índice de massa corporal, considerando-se obesidade, o índice superior a 30.

Que fatores podem contribuir para o Surgimento da Diabetes?

O fator genético está em primeiro lugar na questão do aparecimento ou desenvolvimento da Diabetes, mas temos que considerar os hábitos alimentares cotidianos.

Excessivo consumo de açúcar e gorduras saturadas aumentam o risco de desenvolver-se Diabetes tipo 2.

Para Tratar a Diabetes – Tipo 2

Inicialmente, o paciente diagnosticado com Diabetes tipo 2 precisa rever sua dieta alimentar e seu estilo de vida.  Adotar a prática de exercícios físicos moderados e devidamente acompanhados por profissionais especializados é uma boa atitude para auxiliar no controle.

Item principal, no entanto, é manter os níveis de açúcar dentro dos padrões normais. Isto requer a adoção de tratamento com acompanhamento e orientação médicas e exames periódicos para acompanhamento do nível glicêmico.

Em alguns casos, uma dieta adequada e a prática de exercícios são suficientes para o controle glicêmico, em outros pode haver necessidade de medicamentos.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

três × um =